Passos
quarta-feira, julho 31, 2002
      ( 5:08:00 da tarde ) Kel  


História de Pescador I

Nada menos que o mar
E nem mais do que o sol
refletem no ar
que preenche meu anzol.

(esse negócio de numerar séries de poemetos é compromisso demais pra mim ;) 31/07/02) #


      ( 4:57:00 da tarde ) Kel  


as cartas que não enviei II

a canção marinha da chuva
trouxe o desejo absurdo
de me afogar na sua pele.

(esse é com minúsculas de desejo contido. 31/07/02) #




quarta-feira, julho 03, 2002
      ( 1:42:00 da tarde ) Kel  


As Cartas que Não Enviei I

Espero o vento nos fins de tarde porque ele traz o sopro macio dos seus lábios,
O sol do entardecer irradia como o sangue que vivifica sua boca. É rubro e delicioso o vinho que bebo em suas palavras,
Na harmonia dos seus traços há um vôo de pluma, no seu olhar suave descanso minha alma inteira.
As nuvens leves do dia claro guardam esse meu segredo. Todas as estrelas me acompanhm adentro da sua lembrança.
Você sorri, e por isso já sou feliz...
Eu te amo!

(cada nova paixão arranca o pior de mim. 30/06/02) #




Aqui tambem:
Ten Ryu
Sognare

archives:


pé ante pé.. a caminho do que vir?.

Powered by Blogger